ESCRITA & COMPANHIA
 

RECENTES


Primavera

Maria Vaz, 5.º B

Publicado em 23 mai 2022


O Carnaval

Matilde Oliveira, 5.º A

Publicado em 23 mai 2022


Carnaval

Martim Rodrigues, 5.º A

Publicado em 23 mai 2022


O carnaval

Bernardo Costa, 5.º B

Publicado em 23 mai 2022


As palavras...

João Rodrigues, 8.º B

Publicado em 23 mai 2022


A Páscoa

Isabel Martinho. 5.º B

Publicado em 23 mai 2022



A trapalhada de Natal
Publicado em   02 fev 2022

Disciplina de Língua Portuguesa  -   Gonçalo Escada, 3.º C





O duende Trapalhão e o Pai Natal já estavam no trenó, preparados para entregar as prendas, porque o Trapalhão foi escolhido para o ajudar.
Começaram a voar. Passado algum tempo, chegaram à primeira casa, mas o duende Trapalhão deixou cair os presentes errados pela chaminé. O Pai Natal ficou em pânico, caiu para dentro da chaminé e ficou entalado, porque comeu um peru assado ao almoço. O Trapalhão entrou pela janela, pôs os presentes corretos e tirou os errados. Depois, tirou o Pai Natal da chaminé e continuaram a viagem.
A seguir, o duende Trapalhão tentou não fazer uma trapalhada, mas fez.
— Trapalhão, a lareira está acesa? — perguntou o Pai Natal.
O duende estava a ler a sua banda desenhada e, distraído, respondeu que não, mas estava acesa.
Já tinha passado uma grande parte da noite e não iam conseguir entregar as prendas a tempo. Então, o duende Trapalhão teve uma ideia: a rena Rodolfo, com o seu nariz vermelho, que, na verdade é um alarme, ia chamar os duendes de emergência. Os duendes de emergência chegaram, puseram os canhões, enfiaram lá os presentes e dispararam-nos pelo planeta.
A noite acabou e os duendes, com o Pai Natal, voltaram para o Polo Norte.
Foi um Natal muito atrapalhado!



|  Rua Cónego Barreiros   3500-093 Viseu  |  Telef: 232 421 981  |  Fax: 232 432 855  |  Email: geral@colegiodaviasacra.pt  |